segunda-feira, 25 de abril de 2016

Magic Love 07

Naquela noite, Joe de sua casa sente algo ruim e resolve ir na casa dos Lovato, quando se depara com Demi discutindo com um rapaz.
-Algum problema aqui?
-Tudo o que tinha pra falar com essa vagabunda, já foi dit...-Joe agarra o braço dele e o torce.-ME SOLTA!
-Só se pedir desculpas pra Demetria.
-Eu não! VAI QUEBRAR MEU BRAÇO!
-Ele não tem nenhuma finalidade mesmo.
-Solta ele Joe.
-Só por que você pediu. SUMA DAQUI MOLEQUE!
O rapaz entra em um carro e sai em disparada. Joe olha pra Demi que chora convulsionamente.
-Quem era ele?
-Um babaca.
-Ei calma, passou, passou.-Ele a abraça e sente um aperto no peito ao ouvir os soluços de Demi.
-Quer entrar ou...
-Me tira daqui.
Ele olha pros lados e depois de se certificar de que estavam sozinhos, aparata ate sua casa.
-Quer água?
-Não, só ficar aqui.
-Venha se sentar.
Quando Demi se acalma, olha pra ele que seca suas lagrimas.
-Melhor?
-Sim, obrigada.
-O que aconteceu Demi?
-Ele espalhou boatos na faculdade que sou uma vadia, tudo por que não quis sair com ele, ai veio em casa jogar na minha cara as coisas que as pessoas estão falando.
-Eu parto a cara dele.
-Eu me vingo dele depois, não se mete nisso por favor, não quero problemas pra você.
-Não terei problema nenhum.
-As vezes acho que devia ter ficado em L.A.
-Não!
Demi o olha intrigada com essa negativa.
-Eu...eu senti sua falta.
-Minha?
-Sei que é difícil acreditar, mas sim, senti muito a sua falta Demi.
-Como se você...-Demi o nota olhando sua boca e prende a respiração ao ver o brilho em seu olhar.
-Joe...
-Acho que irei te beijar.
Demi suspira e fecha os olhos automaticamente, não vendo o sorriso que ele solta ao ver a reação dela.
-Você é tão linda.
Joe acaricia seu rosto e inspira o perfume dela antes de finalmente a beijar. Demi passa seus braços ao redor do pescoço dele e puxa seu cabelo se entregando a sensação do beijo que Joe causa em seu coração. Devagar ele a deita no sofá e apenas quando o ar se faz necessário é que o beijo é interrompido.
Mesmo assim eles não se desgrudam, pois não tem coragem nem vontade de se separarem, apenas se olham e ele passa os dedos sobre os lábios dela ainda molhados. Mas como tudo que é bom dura pouco, eles são interrompidos por um toque irritante.
-Que droga.
-O que?
-Esse toque pus pra minha namorada.
Isso é como um banho de água fria para ela.
-Eu...tchau.
-Demi esper..-Demi aparata e ele não consegue a segurar.-Que DROGA!
-Que demora pra atender o telefone amor.
-Fala logo o que foi Blanda.
-Que rude.... bom só liguei pra dizer que papai arranjou-me um trabalho.
-Em que?
-Assistente dele, disse que logo assumirei a empresa então tenho que saber de tudo.
-Fico feliz por você.
-A gente podia comemorar, venha em casa hoje.
-Não da, to cheio de trabalho, amanha terei que ir cedo no fórum, e quando vou no seu apartamento, não tem como levantar cedo.
-Queria tanto comemorar.
-Outro dia. Preciso ir.
-Tudo bem, beijos amor.
-Beijos.
Joe coloca o celular na mesinha da sala e se deita no sofá, bufando de Blanda ter estragado o momento com Demi, ao pensar nela em seus braços, ele sorri e suspira .
-Eu estou maluco.... por essa garota.
Joe sorri ao imaginar quando novamente beijaria Demi e vai ate o quarto de onde ao longe percebe que ela esta na sacada do quarto, debruçada sobre a mureta.
-O que ela ta fazendo?
-Joe ta ai?-Harry aparece na sala gritando pelo amigo.
-No quarto Harry.
-O que faz?
-Olhando a rua. O que houve?
-Queria saber se você ouviu ou viu algo com a Demi.
-Como assim?
-Ela chegou em casa abalada, nunca a vi assim;
-Abalada?
-Sim, como se algo muito serio tivesse acontecido, é difícil ela ficar abalada, sempre é forte.
-Abalada no bom ou ruim?
-Pelo que notei, ela ta confusa, tava sorrindo e logo soluçava. Ninguém ta sabendo o que ela tem.
-Isso explica por que ela ta debruçada ali.
-Deve estar tentando se organizar, sempre faz isso....acho que ela ta se apaixonando.
Joe arregala os olhos.
-Apaixonando?
-Isso ou voltando a gostar do cara que roubou o coração dela quando criança.
-Não entendi.
-Eu sempre soube que ela gostava de um rapaz, mesmo quando criança, só não sei quem é. E como esses dias fizemos um jogo da verdade, onde soubemos sobre ela ter feito um garoto quase gozar em uma aula... nesse jogo também confessou que beijou pela primeira vez o tal rapaz que ela sempre gostou.
Joe na hora engasga mas o amigo não percebe o motivo.
-Queria saber quem é ele.
-Pra que?-Joe tenta recuperar o fôlego.
-Não sei, dependendo da pessoa, poderia aprovar ou fazer a vida dele um inferno.
Ele engole em seco e se afasta da janela.


ih ta com medinho nenem....Harry é muito tapado mesmo, nao percebe como o amigo reage ao ouvir a palavra de 4 letras: D-E-M-I
Ai, fiquei com dó da Demi, tava ali com seu amado e lembra que ta sendo a outra
bjemi

5 comentários:

  1. Joe acabe logo com Blanda. Harry deixe de ser tapado.

    ResponderExcluir
  2. que capitulo maravilhoso !!
    tá tudo perfeito !
    postaaaa mais
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Ele ta se apaixonando ����
    Continuuuua

    ResponderExcluir