quinta-feira, 11 de junho de 2015

O Ditador 17º Capitulo (PENULTIMO)

-Calma....só estou surpresa... ESTAMOS EM NOVA YORK!
Demi o abraça sorrindo e tira uma risada dele.
-Gostou da surpresa?
-Amei! Obrigada! Te amo!
-Eu também te amo, vamos voltar pra cama? Esta tarde.
-Sem sono.
-Sei de uma forma de você ficar com sono....te cansando muito.
-Ah não, depois não acordo e perco dia todo nessa cidade.
-Mas garanto que você iria amar nossa noite de núpcias...
-Madrugada.
-Tanto faz, vamos dormir então.
Eles se abraçam e logo adormecem.
-Acho que ela esta se divertindo lá.
-Sim, você viu como ela ficou feliz quando saíram da capela. Lembra o nosso casamento Sel.
-Se Joe magoar minha irmã eu o mato.
-Duvido, o quanto ele sofreu por não saber o que sentia por ela.
As semanas passam, Joe mostra tudo de bom que a cidade tinha, mas as obrigações fazem com que Joe tenha que antecipar o fim de sua lua de mel.
-Não quero voltar!
-Nem eu, mas lembra, sou o ditador da Áustria lembra?
-Sim...eu serei o que?
-Apenas minha linda e grávida esposa. Tudo pronto?
-Sim, amei esse lugar, mas estou com saudades de Selena, do bebe dela, seu irmão doido, nossa cama.
-Nossa cama?
-Nossas camas.
Ele começa a rir.
-Verdade, mas agora será apenas uma.
-Por quê?
-Mandei quebrar as paredes do quarto onde você ficava.
-E o que as pessoas lá irão pensar?
-Tem 2 opções, eles podem achar que assumimos algo ou que te despachei.
-Você me despachar? Não acredito.
-Não conseguiria mesmo tentando.
-Você ainda não me beijou hoje.
-Sedenta por beijos?
-Pelos seus.
-Vem aqui.
Ele a pega pela cintura e beija-a lentamente, provando seu lábios macios.
-Temos que ir amor.
-Sim, vão levar nossas malas?
-Vão sim. Agora chega de enrolar.
Quando voltam pra Áustria, todos os criados exceto Valda, ficam assustados ao saber do casamento de Joe com Demi.
-Ela conseguiu o conquistar.
-Se eu fosse você, não ficava comentando sobre o casamento do nosso governante com Demetria, senão ele ira descontar sua raiva em você Guilhermina.
-Ai só comentei Valda.
-Pois é melhor não comentar.
Com o passar dos meses, a barriga de Demi crescia cada vez mais, Joe não desgrudava dela, e quando a Hungria tentou o atacar usando sua esposa, Joe não pensou 2 vezes, destruiu a cidade de Agfalva no pais vizinho como represália.
-Era nossa cidade mais prospera da região.
-Eu estou pouco me lixando para sua cidade, vocês tentaram matar minha esposa e meu filho junto, isso sim me interessa! Minha família.
-Não temos nada com isso!
-Cônsul, você acha que eu acredito mesmo nessa ladainha? Por favor, foram soldados pessoais que a atacaram, se minha esposa estivesse um pouco mais pra frente naquela rua, agora estaria embaixo da terra, Demetria e sua meia irmã Selena são húngaras casadas com austríacos. Demi minha mulher e Selena, esposa de Nicholas, meu homem de confiança, então não tenho nada contra o seu pais, mas não tolero as injustiças que as pessoas cometem por ganância, é por esse motivo que subi ao poder de forma tirânica, para acabar com essas pilantragens. Posso parar esse bombardeio, mas se alguém da minha família sofrer qualquer outro atentado, eu juro que destruo seu pais de merda!
Ele sai do encontro que haviam promovido para tentar acabar com os bombardeios.
-Demorou!
-Desculpa Demi, e como você ta?
-Bem, e seu filho também.
Ele se ajoelha e abraça a barriga da esposa.
-Oi filhao, se comportou hoje?
-Ele só quis saber de dormir e comer.
-Ah ele né...
-Sim ele!
-Nosso bebe é um esfomeado então?
Demi o abraça.
-Guloso.
-Sua cara de pau.
-Um pouco talvez. Quando essa guerra vai acabar?
-Não sei.
-Eu não aguento mais isso.
-Eu sei meu amor, mas espero que antes que nosso bebe nasça, isso já tenha acabado.
-Tomara.



sim eu sei, triste né? ja acabando mais essa tambem.
entao aproveitem enquanto podem...
bjem, 
ps: ia postar ontem de tarde mas nao estava legal, como algumas pessoas ai souberam entao to adiantando agora

4 comentários:

  1. Perfeito!!!!
    Amei!!! O joe é tão fofo ❤❤❤❤
    Posta Logo....

    ResponderExcluir
  2. Posta logo!!!!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. Posta logo, please, tô amando muito, beijos

    ResponderExcluir